terça-feira, 11 de setembro de 2018

Higiene intima

Olá a todos!

Desde que comecei este estilo de vida, procurava um substituto para um produto para a minha higiene íntima.

O que usava até há bem pouco tempo, tinha sido receitado pela minha ginecologista, próprio para alguma secura que vinha tendo, fruto das más escolhas de outros produtos que usei no passado. Esse produto comprava-o na farmácia, e vinha numa embalagem de plástico. Sempre achei que seria muito difícil arranjar uma alternativa ecológica e biológica.

Num dos eventos do Urban Market realizado na Praça das Cardosas, conheci os produtos da Amaciar-te  e a Maribelle que me aconselhou a usar o sabonete que actualmente uso como substituto para o produto comercial que anteriormente usava. A Maribelle está grávida e segundo ela este é o único produto que resultava na perfeição com ela actualmente, portanto decidi arriscar e fazer-me uma vez mais cobaia de mim mesma!

E digo-vos que estou super agradada com o resultado. Substitui na perfeição o meu produto anterior. 

A marca tem outros produtos, para ambos os sexos. Também comprei outro sabonete para o eczema, mas ainda não tenho opinião, porque ainda não o usei (felizmente). 

A embalagem deste sabonete é de folha de cortiça (ver abaixo)

                            

...

Hello everyone!

Ever since I started this lifestyle I was looking for a substitute for a product for my intimate hygiene.

What I used until recently, had been prescribed by my gynecologist, proper to some dryness that had been, fruit of bad choices of other products that I used in the past. This product bought it from the pharmacy, and it came in a plastic bag. I always thought it would be very difficult to find an ecological and biological alternative.

In one of the Urban Market events held at Praça das Cardosas I met the products of Amaciar-te and Maribelle who advised me to use the soap I currently use as a substitute for the commercial product I used previously. Maribelle is pregnant and according to her this is the only product that was perfect with her now, so I decided to risk and make me once again guilty of myself!

And I tell you that I am very pleased with the result. Replaces my previous product perfectly.

The brand has other products, for both sexes. I also bought another soap for eczema, but I still have no opinion, because I have not used it (thankfully).

The packaging of this soap is cork leaf (see below)

                     

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Para mim o melhor after sun

Olá a todos!

Em Maio partilhei convosco a minha decisão em recuar um pouco neste estilo de vida, para eu não chegar a extremos que ainda não são possíveis de alcançar.

Hoje venho falar-vos de um produto natural que eu comecei a usar este Verão, pois como vocês sabem tento sempre optar pelo que é natural, além daquilo que é Zero Desperdício.

No entanto, este produto infelizmente não vem em embalagem amiga do ambiente. Já agora se vocês tiverem conhecimento de alguma marca sem embalagem ou em embalagem de vidro, por favor, digam-me onde arranjar, mas enquanto não existir, eu continuarei a usar, pois entre optar por um produto natural ou usar um produto químico, vocês já sabem por qual eu vou optar.

O produto que vos estou a falar é a Manteiga de Karité

Ideal para usar depois de um dia exposto ao sol. Por vezes, descuidamo-nos na quantidade de protetor solar, o em zonas um pouco escondidas, ou até mesmo na escolha das horas para exposição solar. Pois é, mas garanto-vos que este produto é o melhor para cuidar da nossa pele. 

Não o comprei com este propósito, aliás foi-me recomendado pela LuaDia Terapias para ajudar a cicatrizar a minha tatuagem, no entanto, como ainda os dias estavam pouco quentes quando a fiz, e quando resolvi colocar, não me senti confiante porque tinha alguma dificuldade em espalhar o produto, optei por usar na minha tatuagem o produto que vos falei há umas semanas atrás.



...

Hello everyone!

In May I shared with you my decision to go back a bit in this way of life, so that I do not reach extremes that are not yet possible to achieve.

Today I come to speak to you of a natural product that I started to use this summer, because as you know, I always try to opt for what is natural, besides what is Zero Waste.

However, this product unfortunately does not come in environmentally friendly packaging. Now, if you know of a brand without packaging or glass packaging, please tell me where to get it, but as long as it does not exist, I will continue to use it because between choosing a natural product or using a chemical, you already know by which I will choose.

The product I'm talking about is Shea Butter.

Ideal for use after a day in the sun. Sometimes we neglect the amount of sunscreen, the area in a little hidden, or even the choice of hours for sun exposure. Yes, but I assure you that this product is the best to take care of our skin.


I did not buy it for this purpose, in fact it was recommended by LuaDia Therapies to help heal my tattoo, however, as the days were still not warm when I did, and when I decided to put, I did not feel confident because I had some difficulty in spreading the product, I chose to use in my tattoo the product I told you a few weeks ago.



terça-feira, 28 de agosto de 2018

O dia em que o mundo mudou

Olá a todos!

O "mundo" a que me refiro no título, é o mundo português.

Sim, em Portugal ainda se vendia papel higiénico envolvido em plástico, algo que não tem lógica alguma, para quem pensar um pouco em termos ambientais. Apenas tem lógica na resistência do transporte, mas como está visto (eu falarei hoje sobre isso), tudo é possível, é preciso apenas vontade.

Já há muito que os Zero Waster's em Portugal se questionavam para o facto do papel higiénico vir envolto em plástico, e chegou a hora de uma marca portuguesa de papel higiénico a Renova tomar a iniciativa e lançar o seu papel higiénico envolvido em papel.

Ainda não está à venda em Portugal, mas já é possível comprar online, e foi o que eu fiz. A minha decisão foi o papel reciclado, todos os que tinha experimentado até ao momento, nenhum me agradava. Acabava por comprar em quantidade, e com rolos mais grossos que durassem mais tempo, para desta forma diminuir a minha pegada, que sabia que não era a ideal. No site existe uma promoção, portanto, aproveitei e encomendei duas quantidades de rolos, assim evitei mais gastos de transporte. A Renova tem mais 3 opções além do papel reciclado branco, todos envolvidos em papel (ultra fort, balance, hyper soft). Já não há desculpa para não comprar sem plástico.

Quanto à minha opinião pessoal, aqui vai!

Adorei o facto da Renova se ter preocupado com os pormenores, e ter usado fita cola em papel para usar nas caixas. Cada caixa traz 5 embalagens, cada embalagem traz 4. Adoro a resistência do papel envolvente (papel de embalagem). 

O rolo da Renova é o debaixo, pouca diferença com o que usava anteriormente. Quanto ao toque, como a maioria de vocês devem saber é mais áspero, mas quanto à experiência pessoal, não notei diferença alguma do rolo reciclado, relativamente ao papel que estava a usar não sinto diferença alguma. Entretanto, fui contactada no meu instagram pela Nídia da conta de instagram @ni.mo.no que partilhou comigo uma dica fenomenal. Ela recomenda usar a face interior do papel higiénico reciclado da Renova pois sempre é mais fofa. Eu já experimentei e é verdade!


Ainda há muitas coisas que poderão ser feitas, sim, há, mas a Renova está de parabéns e isso ninguém lhe tira! :)

Desejos para o futuro: Que a renova consiga abolir o plástico de todos os seus produtos; Que seja possível a venda de embalagens com maiores quantidades; Que passe a vender rolos compactos, também envolvidos em papel; E que todas as marcas em Portugal sigam o exemplo da Renova.


 

...

Hello everyone!

The "world" I refer to in the title is the Portuguese world.

Yes, in Portugal was still sold toilet paper wrapped in plastic, something that has no logic whatsoever, for those who think a little in environmental terms. It only has logic in the resistance of the transport, but as it is seen (I will speak today about it), everything is possible, it takes only will.

Zero Waster's in Portugal have long wondered why toilet paper came wrapped in plastic, and it was time for a Portuguese brand of toilet paper to Renova to take the initiative and throw their toilet paper wrapped in paper.

Not yet for sale in Portugal, but it is already possible to buy online, and that is what I did. My decision was the recycled paper, all that I had experienced so far, none of which pleased me. I ended up buying in quantity, and with thicker rolls that lasted longer, in order to diminish my footprint, which I knew was not ideal. On the site there is a promotion, so I took advantage and ordered two quantities of rolls, so I avoided any extra shipping costs. Renova has 3 options in addition to white recycled paper, all wrapped in paper (ultra fort, balance, hyper soft). There is no excuse for not buying without plastic.

As for my personal opinion, here it goes!

I loved the fact that Renova was concerned about the details, and used tape on paper to use in the boxes. Each carton has 5 packages, each package brings 4. I love the resistance of the wrapping paper (packaging paper). 

The Renova roll is the bottom, little difference from the one I used earlier. As for the touch, as most of you must know is more rough, but as for the personal experience, I didn't notice any difference of the recycled roll, relative to the paper that I was using, I don't feel any difference. 
However, I was contacted on my instagram by Nídia, from the profile @ni.mo.no account who shared with me a phenomenal tip. She recommends using the inner face of Renova's recycled toilet paper, because it's always cuter. I've tried it and it's true!


There are still many things that can be done, yes, there is, but Renova is to be congratulated, and no one takes it, from them! :)

Wishes for the future: That renews it can abolish the plastic of all its products; That it's possible to them sell packages with larger quantities; Let it sell compact rolls, also wrapped in paper; And that all brands in Portugal, follow the example of Renova.

 

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Substituto natural para cicatrizantes comerciais

Olá a todos!

Como vocês sabem com este estilo de vida, também surgiu a minha preocupação com tudo o que é químicos. E portanto, a minha luta atual tem sido arranjar substitutos para os produtos comerciais, farmacêuticos, cosméticos, limpeza, para produtos biológicos.

Hoje venho falar-vos do meu substituto para cicatrizar feridas, que há muito procurava. Falo-vos do bálsamo regenerador e cicatrizante da Miristica

Este bálsamo é adequado como já referi em cima, para cicatrizar feridas novas, ainda sem crostas, assaduras e tatuagens.

Comprei-o em Junho no evento Eco Porto, e a minha primeira experiência, foi para cicatrizar a minha recente tatuagem, que alguns de vocês já conhecem. Adoro! e recomendo a quem recentemente fez uma e não sabe o que usar. É vegan, e com estes dias quentes, a consistência é certa, não precisando de colocar no frigorifico para se manter consistente ou retirar para ficar mais amolecido.

Mas a grande revelação e que a partir daí, anda sempre na carteira para quanto que é lado que vá, foi quando há um mês mais ou menos, estava a limpar a minha lâmina de depilar (sem óculos, que não vejo nada) e cortei-me num dedo. O meu sangue é muito liquido e portanto, demora um pouco a estancar. Após lavar bem o corte com água corrente, e secar delicadamente, coloquei o bálsamo no corte e não foi o meu espanto quando senti que se formou uma espécie camada protetora, o que fez com que o sangue começasse a estancar. Ah e garanto-vos que não tenho cicatriz alguma. Quando me lembro olho para o dedo e não consigo encontrar a suposta cicatriz.

Milagroso não é? além disso é natural, vegan e melhor de tudo vem em frasco de vidro!

Eu comprei o frasco mais pequeno, mas existe noutros tamanhos!


 

...

Hello everyone!

As you know with this lifestyle, so has my concern with everything that is chemical. And so, my current struggle has been to find substitutes for commercial products, pharmaceuticals, cosmetics, cleaning, for biological products.

Today I come to speak to you of my substitute to heal wounds, which I had long sought. I am speaking of the regenerating and healing balm of Miristica.

This balm is suitable as I have mentioned above, to heal new wounds, still without crusts, rashes and tattoos.

I bought it in June at the Eco Porto event, and my first experience with it, was to heal my recent tattoo, which some of you already know. Love it! and I recommend it to anyone who recently made one, and does not know what to use. It's vegan, and with these hot days, the consistency is right, not needing to put in the fridge to stay consistent or withdraw to get more softened.

But the great revelation and that from there, always walks in my bag for how much is the side that goes, was when a month ago, I was cleaning my razor blade (with no glasses, that I see nothing) and I cut myself on a finger. My blood is very liquid and therefor, it takes a little to stagnation. After thoroughly rinsing the cut with running water, and drying it gently, I put the balm in the cut and it was not my astonishment when I felt that a kind of protective layer formed, which caused the blood to begin to stagnate. Oh, and I assure you that I have no scar. When I remember I look at the finger and I can not find the supposed scar.

Miraculous isn't it? plus it's natural, vegan and best of all, in glass jar!

I bought the smaller bottle, but it exists in other sizes!

 

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Então o verão chegou

Olá a todos!

Hoje venho falar-vos da minha opção de protetor solar

Desde que comecei este estilo de vida, que pensava, "quando me acabar o protetor solar, onde arranjarei um sem embalagem, ou em embalagem amiga do ambiente?"

Penso que quem já anda nestas andanças se apercebe que é inevitável também se preocupar com a própria saúde e escolher produtos que não tenham químicos.

Já conhecia a LuaDia Terapias do instagram, e já tinha experimentado uma barra hidratante para o corpo, que atualmente uso sempre que me depilo (adoro, as pernas ficam macias), por isso, assim que surgiu o protetor solar, a minha decisão foi imediata e questionar se tinha a proteção adequada para o meu tipo de pele. 

Após esclarecimento, comprei o frasco de 100ml e digo-vos, adoro, e recomendo-vos. Apesar de a proteção ser FPS 25, uso habitualmente  no rosto, no corpo e na minha tatuagem (sempre que saio de casa em que a mesma esteja exposta) e quando vou para a praia. Nos dois dias que fiz praia até agora, garanto-vos que não tive escaldão (eu frequentemente tinha escaldões nos primeiros dias de praia, todos os anos) e ainda me deixa com uma cor bronzeada.

Têm que experimentar!

Além de biológico, é Vegan!



...

Hello everyone!

Today I come to tell you about my choice of sunscreen.

Ever since I started this lifestyle, I thought, "When I finish the sunscreen, where will I get one without packaging, or packaging environmentally friendly?"

I think that those who are already in these wanderings realize that it is inevitable to also worry about their own health and choose products that do not have chemicals.

I already knew the LuaDia Therapies of the instagram, and I had already tried a moisturizing bar for the body, which I use whenever I shave myself (I love it, my legs are soft), so when the sunscreen came on, my decision was immediately and questiones, whether I had adequate protection for my skin type.

After clarification, I bought the bottle of 100ml and I tell you, I love it, and I recommend it to you. 

Although the protection is SPF 25, I usually use it on my face, body and tattoo (whenever I leave the house where it is exposed), and when I go to the beach. On the two days I've been on the beach so far, I assure you I had no scald (I often had scalds the first few days of the beach, every year) and still leaves me with a tan color.

You have to try!

Besides biological, it's Vegan!



terça-feira, 3 de julho de 2018

Um pequeno passeio em familia - Parte III

Olá a todos!

A primeira estadia foi no Hotel Fátima, e digo-vos ainda há muito a fazer-se nos hoteis.
Durante anos, pensei que pequenos pormenores e cuidados com o ambiente, mas também com a própria gestão interna de um hotel. Já que quem se preocupa com o ambiente, também se preocupa com o próprio "bolso", lucros, prejuízos de um negócio. Como todos sabem, uma empresa, ou negócio, tem custos fixos, principalmente aqueles que têm uma casa aberta ou um escritório e portanto, água, luz e gás, normalmente são os custos fixos mais comuns. E aí está, nos dias de hoje, nem toda a gente se preocupa com os lucros e os prejuízos de uma empresa. Neste hotel ainda não há a preocupação que existe na maioria dos hoteis deste país em que as toalhas apenas são substituídas quando os hospedes as colocam no chão. Eles mudam as toalhas todos os dias... A minha intenção é enviar um email para o hotel em questão, e propor que o façam, para o bem do ambiente, mas também para o negócio deles.

Os copos disponíveis no wc ainda vêm envoltos em plástico. Eu apenas usei porque actualmente tenho que usar uma goteira para os dentes e o elixir da georganics é uma boa ajuda na limpeza, mas como deixei o líquido verde de um dia para o outro, consegui que não me fosse substituído. Menos um desperdício.

                        


No segundo dia, entre outros locais, passamos em São Martinho do Porto para visitar, pois eu ainda não conhecia, e para almoçar.
O local escolhido já era habitual dos meus tios, mas por meu espanto e agrado tinham pratos vegetarianos. Escolhi feijoada vegetariana. E vos digo, uma delícia, e posso dizer-vos que de todos os dias foi dos pratos mais completos que comi. Aproveitei que as minhas tias quiseram salada fria, para também comer legumes crus, além daqueles que vinha cozinhados no meu prato.

                            

...

Hello everyone!

The first stay was at Hotel Fatima, and I tell you there is still a lot to do in hotels.

For years, I thought small details and care for the environment, but also with the very internal management of a hotel. Since anyone who cares about the environment, also cares about the "pocket" itself, profits, losses of a business. As everyone knows, a business, or business, has fixed costs, especially those who have an open house or an office and therefore, water, electricity and gas are usually the most common fixed costs. And there it is, today, not everyone cares about the profits and losses of a company. In this hotel there is still the concern that exists in the majority of the hotels of this country in which the towels are only replaced when the guests place them on the ground. They change towels every day ... My intention is to send an email to the hotel in question, and propose that they do so, for the sake of the environment, but also for their business.


The cups available in the toilet are still wrapped in plastic. I only used it because I currently have to use a gutter for the teeth and the elixir of the georganics is a good aid in cleaning, but since I left the green liquid overnight, I was not replaced. Less a waste.

                              

On the second day, among other places, we went to São Martinho do Porto to visit, because I still didn't know, but also to have lunch.

The location chosen was customary for my uncles, but for my astonishment and pleasure they had vegetarian dishes. I chose vegetarian beans. And I tell you, a delight, and I can tell you that every day was the most complete dishes I ate. I took advantage of the fact that my aunts wanted cold salad, to eat raw vegetables, besides the ones cooked on my plate.

                         



terça-feira, 26 de junho de 2018

Um pequeno passeio em família - Parte II

Olá a todos!

A viagem continua...

A primeira paragem foi em Tomar. O almoço foi num restaurante italiano, portanto foi fácil a decisão do prato a comer. Não foi um prato dito completo para um vegetariano, mas era o que havia e como sou gulosa, defendi-me com a sobremesa. 


                                 

Uma coisa que me agradou imenso, foi o facto de a água que foi pedida vir em garrafa de vidro e não de plástico. Aliás durante estas mini férias, apenas um local nos serviu água em garrafa de plástico. O que noto é que a zona centro e sul do país, os restaurantes fornecem quase sempre garrafas de água, de vidro. Já cá em cima, no norte, o mesmo tipo de restaurantes optam quase sempre por garrafas de plástico. E eu questiono-me, porque é que isto acontece? vocês também sentem isso? que opinião têm? Os guardanapos quase sempre são guardanapos de papel.


Chegada a Fátima, o primeiro dia de jantar também não foi nada como deveria ser, no entanto, o restaurante tinha prato vegetariano. Ainda há muita falta de informação, a meu ver nesta área. Os restaurantes ainda não percebem o que quer dizer vegetariano e acham que uns vegetais e uns hidratos de carbono, faz um prato vegetariano. Faz, mas muito incompleto. Aqui fica o prato principal e a sobremesa do primeiro jantar em Fátima.


                     

...

Hello everyone!

The trip continues ...

The first stop was in Tomar. Lunch was in an Italian restaurant so it was easy to decide the dish to eat. It was not a complete dish for a vegetarian, but it was what I had and how greedy I was, I defended myself with dessert.


                     

One thing that pleased me immensely was the fact that the water that was ordered came in a glass bottle and not plastic. Incidentally during these mini vacations, only one place served us water in plastic bottle. What I notice is that the central and southern part of the country, restaurants almost always provide bottled water, glass. Up in the north, the same kind of restaurants almost always opt for plastic bottles. And I wonder, why does this happen? Do you feel it too? What's your opinion? Napkins are almost always paper napkins.



Arriving in Fatima, the first day of dinner was also nothing like it should be, however the restaurant had vegetarian platter. There is still much lack of information, as I see it in this area. Restaurants still do not realize what they mean by vegetarian and find that vegetables and carbohydrates make a vegetarian dish. It does, but very incomplete. Here is the main course and dessert of the first dinner in Fatima. 

                   

terça-feira, 19 de junho de 2018

O dia em que unimos forças

Foi no penúltimo dia do segundo mês do ano que tudo começou!

Conhecemo-nos em Agosto de 2017 no pique-nique do primeiro aniversário do grupo de facebook Lixo Zero Portugal, a que ambas pertencemos, e foi aí que partilhamos intenções de fazermos algo mais prático do que cada uma de nós já o fazia e ainda o faz nos seus blogs, e no seu dia a dia.

Em Fevereiro deste ano, o Day by day for Zero Waste e o Zero Waste Kids reuniram forças e formaram o Zero Waste Porto Network, por achar que localmente seria importante "pôr as mãos na massa" e começar a incentivar pequenas mudanças práticas, que terão um impacto enorme localmente, mas também a nível global no planeta. 
Já temos página de facebook, e de instagram e temos email, caso nos queiram contactar por essa via.

O nosso primeiro evento decorreu no dia 14 de Abril, uma limpeza de praia, nas Dunas da Reserva Natural local do Estuário do Douro. No dia tivemos uma boa surpresa, a Terras de Gaia fez uma pequena reportagem sobre o nosso projecto. Ao qual ficamos muito orgulhosas por poder também desta forma divulgar o Zero Waste Porto Network.



Entre vários espaços intervencionados, foi no bar café das piscinas do fluvial que conseguimos o impensável ao fim de cerca de dois meses da intervenção. A erradicação total das palhinhas neste café. Estamos uma vez mais muito contentes e orgulhosas desta grande conquista, um passo tão pequeno com um enorme contributo. Um bem haja às piscinas do fluvial




Entretanto, formamos o grupo Zero Waste Porto Network, no facebook, apenas para membros interessados em fazer algo prático na nossa comunidade. 
Há muita coisa para mudar e quantos mais pensarmos que por muito pouco que façamos, fazemos muito e que todos os braços são bem vindos, o Zero Waste Porto Network está de portas abertas para vos acolher, pois só juntos poderemos chegar mais longe e a um bom resultado. 

Por isso, se estás de passagem pelo Porto, se vives cá, ou se apenas trabalhas cá, mas queres fazer algo prático, junta-te a nós.

...

It was on the penultimate day of the second month of the year that it all began!

We met in August 2017 on the first anniversary of the Facebook group Lixo Zero Portugal, to which we both belong, and it was there that we shared our intentions to do something more practical than each of us already did and yet does it in your blogs, and in your day to day.

In February of this year, Day by day for Zero Waste and Zero Waste Kids joined forces and formed the Zero Waste Porto Network because it felt it would be locally important to "get your hands dirty" and start encouraging small practical changes. a huge impact locally, but also globally on the planet.


We already have facebook page, and instagram and we have email, if you want to contact us via this route.

Our first event took place on April 14, a beach cleaning, in the Dunes of the local Nature Reserve of the Douro Estuary. On the day we had a good surprise, Terras de Gaia did a little report about our project. To which we are very proud to be able to also disclose the Zero Waste Porto Network.



Among several spaces intervened, it was in the coffee bar of the fluvial pools that we achieved the unthinkable after about two months of intervention. Total eradication of straws in this coffee. We are once again very pleased and proud of this great achievement, such a small step with a huge contribution. Our thanks to the fluvial pools.




In the meantime, we formed the Zero Waste Porto Network group on facebook, only for members interested in doing something practical in our community.
There is a lot to change and the more we think about how little we do, we do a lot and all arms are welcome, the Zero Waste Porto Network is open to welcome you, because only together we can go further and a good result.

So if you're passing through the Port, if you live here, or if you just work here, but you want to do something practical, join us.

segunda-feira, 4 de junho de 2018

DIA MUNDIAL DO AMBIENTE



Olá a todos!

Hoje venho partilhar convosco um pequeno desafio para não fazer esquecer a tão importante mudança de comportamentos para o não desperdício.

Amanhã é dia do Ambiente e o @daybydayforzerowaste e @a.face.verde prepararam um desafio.

Então aqui vai:

Partilhar no teu perfil o que tens feito desde o inicio do ano para reduzires a tua pegada neste planeta e o que pretendes fazer durante o resto do ano.

Regras:
1- Podes fazê-lo no teu perfil, de instagram ou no Facebook ou em ambos;

2- Se preferires partilha tudo num só dia ou durante esta semana;

3- Usa a hastag #diadoambiente2018 e taga o @daybydayforzerowaste e @a.face.verde 

Quem está connosco neste desafio?

Podemos contar contigo?

O nosso planeta precisa tanto de nós, como nós precisamos dele.

É urgente mostrar que há outras soluções

...

Hello everyone!

Today I come to share with you a small challenge not to forget the important change in behavior for non-waste.

Tomorrow is Environment day and @daybydayforzerowaste and @a.face.verde prepared a challenge.

So here goes:

Share in your profile what you have done since the beginning of the year to reduce your footprint on this planet and what you intend to do during the rest of the year.

Rules:

1- You can do it in your profile, instagram or Facebook or both;

2- If you prefer sharing everything in one day or during this week;

3- Uses up to # diadoambiente2018 and sets @daybydayforzerowaste and @a.face.verde


Who is with us in this challenge?

Can we count on you?

Our planet needs us as much as we need it.

It is urgent to show that there are other

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Um pequeno passeio em familia - Parte I

Olá a todos!

Hoje e nas próximas publicações irei partilhar convosco as minhas mini férias, que fiz com as minhas tias, aqui em Portugal. Fiquei a pensar que ainda há muita coisa a fazer, mas que com força de vontade de nós mesmos, muita mudança é possível fazer e que nada é impossível. Fiquem por aí que partilharei convosco todos os pormenores... os bons e os menos bons ;)

Irei falar-vos como é possível ou não, viajar fazendo o mínimo lixo possível e como correu nos restaurantes, agora que estou em transição para o vegetarianismo.

Desde que mudei comportamentos, ao nível da alimentação e desperdício zero é a primeira experiência que tive, fora de casa e por tantos dias.

Foi no inicio do mês passado que fui passear com as minhas tias. Ficamos dois dias em Fátima e dois dias em Évora.

Levei o meu kit habitual comigo. Copo reutilizável, garrafa de água com filtro de carvão (Eau Good vidro), talheres e ainda levei as minhas marmitas Eco Brotbox para a viagem com frutos secos e bolachas de aveia (receita da @dicasdaoksi) para evitar ao máximo comprar snacks embalados durante a viagem sempre que apertava a fome. A minha mochila fazia tanto barulho que as minhas tias brincavam comigo, dizendo que trazia os tachos atrás, mas eu não me importava nada com isso, porque o importante foi a minha consciência que estava leve, leve :) 
Paramos numa estação de serviço habitual, para esticar as pernas, ir ao wc e para o condutor tomar um cafezinho e comer algo pois já apertava o estômago. Pedi um sumo de laranja natural e percebi que era servidos em copo de plástico com tampa de plástico :( , questionei se não havia copos de vidro, ao qual me disseram que não. Então pedi que me fosse servido no meu copo reutilizável. Só depois de pago e servido, me apercebi que em vez de me tirarem, um sumo, espremido na hora, me colocaram o sumo que já se encontrava num dos copos que já estava à espera de serem vendido! porque o meu copo era maior do que a medida que vendiam! WTF??? ... ainda há muito a fazer neste campo, por favor, se pararem nas nossas estações de serviço das nossas auto estradas, peçam para serem servidos nos vossos copos reutilizáveis, só assim conseguiremos mudar mentalidades em todo o lado.




...

Hello everyone!

Today and in the next publications I will share with you my mini vacations, which I did with my aunts, here in Portugal. I was left to think that there is still much to do, but that with self-will, much change is possible and nothing is impossible. I'll share with you all the details ... the good ones and the less good ones ;)

I'll talk to you about how it's possible or not, travel with as little trash as possible, and run around in restaurants, now that I'm transitioning to vegetarianism.

Since I changed behavior, food and zero waste is the first experience I've had, away from home and for so many days.

It as at the beginning of last month that I went for a walk with my aunts. We stayed two days in Fátima and two days in Évora.

I took usual kit with me. Reusable glass, carbonated water bottle (Eau Good glass), cutlery and even I took my Eco Brotbox kettles for the trip with nuts and oatmeal cookies (@dicasdaoksi recipe) to avoid to the maximum buying packaged snacks during the trip whenever I was hungry. My backpack made so much noise that my aunts played with me, saying that I brought the pots back, but I didn't care about it, because the important thing was my conscience that was light, light :)

We stopped at a regular service station, but stretched out our legs, went to the toilet and the driver had a cup of coffee and had something to eat because it was already tight in the stomach. I ordered a natural orange juice and realized it was served in a plastic cup with a plastic lid :( I asked if there were no cup of glass, which I was told not to, so I asked to be served in my reusable glass. When I paid and the juice was served, I realized, that instead of being taken out, a juice, freshly squeezed, put the juice that was already in one of the plastic cup that was waiting to be sold, because my reusable cup was bigger than the others ... WTF???? ... there is still a lot to do in this field, but please, if you stop at our service stations on our highways, ask to be served in your reusable cups, only then will we be able to change mentalities around the side.